Tempo virado

Tempo virado
Questões de Francesca

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Espontâneo

Faz tempo que eu não posto nada no meu blog. Tudo bem, ninguém lê mesmo. Afinal, não conheço ninguém que se interessa por esse tipo de coisa além do Erik.

Também faz tempo que eu não leio nada. De uma hora para outra, virei adepto desse tipo de vida bizarra em que a maioria dos dias você não lembra do dia anterior. Ler com essa anti-rotina não é muito produtivo...

Acontece que, quando não leio, não escrevo. Também me desinteressei um pouco pela estória que estava escrevendo. Não que ela fosse ruim, acho que não, mas é muito difícil desenvolvê-la. Não sei se escrevo mais flashbacks do meu personagem ou sigo adiante com a estória. Queria contar sobre a vida dele, mas aos poucos, não da maneira como estava fazendo.

Tenho, porém, saudade de escrever. Poderia ser qualquer coisa, como esse texto. Estou, na verdade, escrevendo isso porque, especificamente hoje, não faço nada, permaneço em estado de ócio. Nem sei sobre o que falar aqui. Você entendeu alguma coisa do que eu disse?

Estou me cansando da vida, sinceramente. De repente, eu percebi que tudo que pode acontecer de ruim pode realmente acontecer comigo. Algumas estão acontecendo. Não quero lidar com elas.

Não quero parecer dramático. Só sinto falta de escrever. Sinto falta de ler. Sinto falta de lembrar do dia anterior. Sinto falta de sair e não gastar todo meu dinheiro em uma noite e me endividar com deus e o mundo. Sinto falta dos dias em que não pensava em problemas.

Mas não me arrependo de nada do que fiz. Me arrependo, porém, profundamente do que não fiz. Essas coisas, sim, vão fazer falta.

Tchau. Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário