Tempo virado

Tempo virado
Questões de Francesca

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Se

Se eu fechar os olhos, seu corpo será minha visão.
Se eu fechar a boca, seu toque será minha fala.
E sua pele, meu paladar.

Se um dia o litoral fugir de mim, sua voz será o mar.
Se um dia o Sol se esconder, seus olhos serão a luz.
E seu cheiro, o calor.

Se, quem sabe, eu me perder, por você irei me achar.
Se, quem sabe, eu morrer, será com você que sonharei.
E, com você, vou dormir em paz.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Se Deus existe, ele tem um camera man chapado pra caralho, by the way.

domingo, 17 de novembro de 2013

A verdade é um horizonte a esmo

Somos sempre tudo que não desejamos ser
Nunca seremos o que de fato somos

Esses círculos de palavras me dão nos nervos.

Das quietudes mais sinceras.

O macaco nu está vestido.
Despido de si mesmo.
Em longo vestido.

Mesmo sozinho, sou tão só quanto a solidão.
Que por si só, não é sozinha.




sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Flutuações

Tanto quanto o humor de qualquer um, minha felicidade está sujeita às mais aleatórias flutuações que a sorte convoca.

São estímulos, energias e sensações, que permanentemente invadem meu eu e provocam repentinas mudanças, variações bruscas no meu bem estar.

Apesar disso, hei de sempre agradecer. Posso não ser lírico, nem musicalmente virtuoso, quanto menos bom escritor, mas certamente posso considerar a minha vida feliz. E ela não é egoísta, mas se expande a tudo à minha volta.

Agradeço sim, porque poderia ser muito menos do que sou. Agradeço, porque o que sou não me basta, mas meu querer ser me move.

E me mover me basta.