Tempo virado

Tempo virado
Questões de Francesca

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Pinturas em Copacabana

Faço com muita frequencia o trajeto botafogo-ipanema e vice-versa de ônibus, pois meus pais moram no humaitá e em ipanema.

Acontece que sempre passo por toda Copacabana, pegando geralmente muito trânsito e calor.

Mas tem dois momentos (um de ida, outro de volta) em que vale a pena passar por isso tudo.

Acontece que Copacabana tem muitas pinturas nas paredes. A maioria é pixação, mas tem um pouco de arte em alguns lugares.

Há duas pinturas que sempre me fazem sorrir ao passar por elas.

----------------------------------------------------------------------------------

Figueiredo Magalhães:
Essa é, no mínimo, engraçada. É um desenho simples de um rapaz com cara de porteiro e sem camisa em um tamanho anormalmente gigante, com um pé afundado na água lagoa Rodrigo de Freitas e outro entre os prédios. Ele fala: "Grande assim... Até a Ana vai me ver". Ao lado dele, tem um cachorro igualmente enorme.

É um desenho meio nonsense, mas muito tocante. O cara, de alguma maneira, ficou gigante junto com seu cachorro e a única coisa que ele deseja naquele moemento é que essa tal Ana o veja. Amor quase platônico.

----------------------------------------------------------------------------------

Barata Ribeiro:
Essa é mais nonsense ainda. É um cara (aparentemente drogado) com quatro braços apontados pra vários lados dizendo: "Na sua mente, és rei, mas na própria mente és escravo, é preciso renascer".

O que ele quer dizer com isso? Eu até entendo mais ou menos a primeira parte, mas por que seria preciso renascer? Sempre me faz refletir..

----------------------------------------------------------------------------------

...

----------------------------------------------------------------------------------

Outro dia estava indo para casa do Gabriel quando, passando por Laranjeiras, vi o mesmo rapaz com cara de porteiro, o cachorro e uma mulher (provavelmente a Ana)pintados em uma parede. Por algum motivo estranho, fiquei satisfeito, pois ele tinha conseguido afinal ser visto pela sua amada e agora eles estavam juntos e, aparentemente, felizes.

Um comentário:

  1. Vou sim, mas só durante alguns meses. Fiquei eufórica de início, mas agora que está batendo uma certa insegurança, porque nunca passei tanto tempo assim sozinha e tendo que administrar tantas coisas. Também estou fazendo bastante esse trajeto botafogo-ipanema, só que de metrô (estou morando em botafogo agora) e garanto que já coleciono histórias (não necessariamente boas) para contar... Adorei a "cara de porteiro" (realmente existem pessoas com muita cara de porteiro!) e o seu suposto final feliz, beijos

    ResponderExcluir