Tempo virado

Tempo virado
Questões de Francesca

domingo, 8 de janeiro de 2012

Mais reflexões

Tenho consciência de que sou uma pessoa passional, às vezes até demais. Pergunto-me muitas vezes até onde pode me levar esse impulso de paixão instantâneo, que já me fez tão bem e tão mal.

Fico imaginando quais são os limites desse sentimento tão viciante.

Tento levar um pouco dessa coisa dentro de mim pra música, pras letras, pra qualquer coisa que canalize a paixão. De quando em quando até consigo, mas ainda sempre me falta algo, sinto sempre minha música carregada, mas sem muita direção.

Preciso, na verdade, é sair. Sair de tudo.

Quero destruir esse eu que construí e me recriar. Quero queimar tudo que tenho e comprar tudo novo. Quero cortar todos meus laços afetivos e fazer novos. Arrancar as minhas raízes e plantá-las em outro local, em outro eu.

Só assim, creio, vou me aquietar.

8 comentários:

  1. O que você quer, afinal?

    ResponderExcluir
  2. boboca, voce vai parar de falar comigo?

    ResponderExcluir
  3. aaa, faz isso nao! eu preciso falar com voce para achar que eu faço parte da galera supimpa

    ResponderExcluir
  4. Acredito que as tais raízes que você menciona aqui significam uma espécie de essência. Algo que simplesmente conseguiu te puxar e fez você se sentir vivo (a música é um exemplo de como você canaliza essa inquietude, na minha humilde opinião). Gostaria de saber, de saber de fato, o que se passa na sua cabeça. Seus pensamentos. Poder, quem sabe, com senso de humor apropriado, tentar de alguma forma decifrá-los, sem pretensão alguma de sucesso. Seria bom ter essa liberdade com qualquer pessoa. Não iria querer esgarçar palavras (todavia não se deve bani-las à princípio, algo bem arquitetado, ou melhor, bem construído em nossas mentes é valioso se expresso correto e sinteticamente). Uma coisa interessante: raiz significa origem. Talvez plantá-las em outro lugar não seja uma solução tão sábia. Talvez, por algum motivo, você não esteja conseguindo olhar para frente, e sim para trás.

    ResponderExcluir
  5. 'raiz' me dá uma ideia de imobilidade, de ser preso a um lugar.

    tento fazer da música, sim, uma forma de canalização e, como disse antes, creio que tenho sucesso em parte

    já eu tenho pretensões mais simples em relação a vc, queria descobrir quem vc é.. hahahahahah.

    ResponderExcluir
  6. Acredito que pouquíssimas pessoas não tenham essas " raízes" de alguma forma. Li certa vez uma entrevista de uma pessoa fascinante, uma psicóloga do Msf que dizia ter "raízes aéreas" e a vida dela era muito coerente com isso.
    Não te conheço e talvez não tenha captado a essência do que escreveu, mas parece que tudo isso tem a ver com querer experiências novas, uma maior riqueza de sensações e vivências.

    ResponderExcluir
  7. é legal pq plantas com raizes aereas sugam a seiva das outras plantas. essa psicologa é uma sanguessuga. ou uma vampira

    ResponderExcluir