Tempo virado

Tempo virado
Questões de Francesca

domingo, 13 de março de 2011

Carne aval

Não fiz muita coisa nesse feriado que costumo chamar de putaria generelizada (vulgo carnaval). Não gosto muito de bloco, embora vá a três ou dois a cada ano, além de também não curtir esse turbilhão de gringos, suburbanos (nada contra, juro), bêbados e putas que enchem as ruas da minha cidade maravilhosa.

Não tenho nada contra o carnaval em si, embora tenha a consciência da hipocrisia que é essa grande festa. Afinal, somos uma das populações mais conservadoras do mundo e temos uma das festas mais banais do mundo. Não podemos nem falar de aborto, legalização da maconha e da prostituição, no entanto é claro que na putaria generalizada você sempre, mas sempre verá milhares de pessoas transando com prostitutas, fumando maconha e fazendo um aborto depois do feriado.

Não é nem disso que estou reclamando. A hipocrisia é intríseca ao ser humano. Estou reclamando mesmo é do barulho, do lixo e de todas as consequências ruins do nosso querido carnaval. Ainda mais porque moro na frente de duas ruas por onde tradicionalmente passam milhares de blocos. Como diria Gabriel: aí fode com o cú do palhaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário